Poupar no gás
Casa Poupar

Poupar no gás, não custa nada!

25 Partilhas

Mudança de estação, manhãs e noites mais frias: quer poupar gás, mantendo o seu conforto? 

Acompanhe-nos na leitura deste artigo! 
Poupar gás é possível, seguindo algumas dicas fáceis de colocar em prática.
Assim, vai beneficiar o seu orçamento pessoal e familiar por ver a conta do seu gás reduzida enquanto poupa o planeta por emitir menos gazes com efeito de estufa.
Ao longo deste artigo, poderá tomar nota dos nossos conselhos completamente passíveis de seguir e que o ajudarão na missão de poupar gás.
Uma parte importante do orçamento reservado para as despesas de casa, é gasto no pagamento das contas de eletricidade e gás. Torna-se, pois, essencial recorrer à mudança de alguns hábitos, na rotina da nossa casa e podermos, dessa forma, aumentar o grau de poupança.
Sabemos que uma grande fatia do gás que gastamos, em casa, é na cozinha enquanto preparamos e confecionamos os alimentos ou lavamos a louça, limpamos as bancadas ou o chão. 

Comecemos por tentar alterar alguns hábitos, nesta divisão do nosso lar tão central – a cozinha – que poderão ajudá-lo a poupar na conta do gás:

1. Quando for cozinhar, organize-se no sentido de poupar gás.

Como?
Coloque os tachos ou panelas na boca de lume apenas quando tiver tudo pronto para preparar a refeição que tem pensada.
Se ligar a boca de lume antes de colocar o tacho ou a panela ou antes de reunir todos os utensílios e ingredientes que necessita, para preparar as suas refeições, vai evitar o desperdício de energia.
Se tiver as quantidades necessárias de legumes, por exemplo e cortados do modo com deseja, vai poupar na sua conta de gás e preparar as suas refeições de forma bem mais organizada.
Para além de evitar o desperdício de energia, vai garantir que não desperdiça tempo nem alimentos, enquanto cozinha.

2. Opte por não encher as panelas com demasiada água.

A água, se for em menos quantidade, ferverá mais rapidamente e terá menos necessidade de manter a boca de lume ligada.
Quando prepara uma refeição, pode reduzir a intensidade da chama após os alimentos entrarem na fase de fervura.
Ter ativa uma chama enorme não vai acelerar em muito a cozedura dos alimentos nem aumentar a temperatura dos mesmos.

3. Tape a suas panelas e tachos com o testo, enquanto estão sobre a boca de lume!

Assim, evitará a evaporação do calor, diminuindo o tempo de cozedura e, por sua vez, poupará no uso do gás.

4. Utilize a panela de pressão sempre que lhe for possível!

Desta forma, vai cozinhar os alimentos mais rapidamente, evitando o desperdício de gás.

5. Antes alguns minutos da sua refeição estar pronta, pode desligar a sua boca de lume!

O calor acumulado encarregar-se-á de terminar a cozedura dos alimentos que estão nos seus tachos e panelas.
Pode fazer o mesmo se utilizar o forno.

6. O tamanho das suas panelas e tachos devem estar em sintonia com o tamanho das bocas de lume.

Se colocar uma panela pequena numa boca de lume grande vai, decerto, desperdiçar energia e pagar mais pela sua conta de gás, sendo certo que uma boca de lume mais pequena poupa, no mínimo, 10% de gás do que a do tamanho imediatamente a seguir.

7. Consiga uma maior eficiência, ao cozinhar, certificando-se que a chama que sai das bocas de gás do seu fogão têm uma cor azulada e são uniformes.

Quando as chamas têm cor amarela ou alaranjada, isso pode ser sinal de algum problema na passagem do gás ou do ar.
Apesar de haver uma obstrução nessa passagem de gás, este continua a ser queimado, ou seja, vai pagar mais na sua conta e alongar-se mais tempo na preparação dos seus alimentos.

8. Evite abrir o forno muitas vezes, enquanto cozinha.

Quando abre o forno, há sempre uma percentagem de calor que é perdido. Considerando este cenário, certamente, compreenderá que vai demorar mais tempo a cozinhar os alimentos, se abrir muitas vezes o forno e com isso gastará mais gás.

9. Se estiver a utilizar o forno, aproveite o aquecimento do mesmo para preparar os acompanhamentos da sua refeição.

Assim, evita gastar gás, em simultâneo, no forno e nas bocas de lume do fogão. Ainda em relação à preparação de refeições no forno: se vai utilizar o seu forno, por mais de uma hora, não precisa de proceder ao pré-aquecimento do mesmo.

10. Quando lava a louça, bancadas ou chão, não deixe as torneiras demasiado tempo abertas, principalmente, quando está a usar água quente.

Nas outras divisões da casa também é importante ter em atenção a poupança de gás para poder ter alguma folga no seu orçamento doméstico. 

Passemos, então, a sugerir-lhe alguns conselhos a colocar em prática quando está a utilizar o seu quarto de banho:

1. Reduza a quantidade de tempo que demora nos seus duches e reduza o número de banhos de imersão.
Assim, além de poupar na utilização de gás, também vai poupar água que é um bem tão importante para a preservação do ambiente. Se conseguir gerir os seus banhos e ou duches por um período, em média, de 10 minutos pode poupar cerca de 6% na sua fatura de gás.
Desligar a água enquanto se estiver a ensaboa é, também, um bom método para poupar na sua conta de gás. 

2. Mantenha as torneiras abertas apenas quando está a utilizar, eficientemente, a água.
Evite gastar água desnecessariamente, principalmente, água quente.

3. Se instalar, na sua banheira ou poliban, uma cabeça de chuveiro e um limitador de caudal, também estará a contribuir para a redução nas suas contas energéticas, nomeadamente na do gás, para além da poupança efetiva em água que esta alteração pode introduzir.

Por último, temos alguns conselhos que pode utilizar, no espaço do seu lar em geral. 

Então, continue a tomar nota:

1. No Verão, pode diminuir a temperatura da água da sua caldeira ou do seu esquentador.

2. Não deixe de calafetar as suas janelas e portas.
Assim, mantém a sua casa mais quente escusando o tão intenso uso dos sistemas de aquecimento.
Optar por janelas com batente ou vidros duplos, também contribuirão para conservar o calor dentro de casa.

3. Durante a noite, mantenha as suas janelas, persianas, estores e cortinas fechados.

O calor ficará dentro de casa e gastará menos gás, consequentemente.
De manhã, faça o inverso: abra para que o calor entre em casa e lá fique conservado.

4. Opte, sempre que possível, por secar a roupa ao ar livre evitando o uso da máquina de secar roupa.

5. Evite lavar a roupa ou a louça utilizando temperaturas muito elevadas! Quanto mais elevadas forem as temperaturas, mais gás será gasto com o funcionamento destes eletrodomésticos.

6. Se tem por hábito utilizar o sistema de aquecimento central, para manter quente a sua casa, enquanto sai para os seus afazeres do dia-a-dia, ligue-o numa temperatura inferior para poupar dinheiro em gás.
Para além disso, lembre-se que a utilização do aquecimento só faz sentido nas divisões em que está.

7. Evite cobrir os radiadores de sua casa com roupa!
Para além de constituir um perigo para a integridade física de quem partilha as comodidades do seu lar, está a dificultar o aquecimento de determinada divisão de casa em, aproximadamente, 20%.

Temos disponíveis dados de 2018, apurados pela Comissão Europeia, sobre a eficiência energética nas habitações dos países membros da União Europeia que indicam que em Portugal há dificuldades claras manifestas em manter o aquecimento das casas.
Estas dificuldades são consequência do tipo de construções antigas e deficientes e são obstáculo assente para a entrada e o armazenamento de calor nas habitações.
Mais de 20% dos portugueses tem queixas acerca desta situação ligada à estrutura das casas em si.
Para além disso, cerca de 25% da população, refere queixas dirigidas às condições diretas de habitabilidade no que concerne a infiltrações, humidades e deterioração de paredes, telhados ou soalhos.
Estas limitações, para além de serem empecilhos à poupança, são danosas para a saúde. 

Faz sentido apresentarmos, seguidamente, algumas dicas que podem ajudá-lo na poupança efetiva de gás quando está entre opções, na construção ou no melhoramento da sua casa:

1. Escolha um recuperador de calor em detrimento da lareira.
O desperdício de calor será bem menor e, com isso, verá o valor da sua conta do gás a diminuir.

2. Já pensou em instalar um painel solar em sua casa?
Apesar do custo inicial ser muito elevado, acaba por beneficiar a curto ou médio-prazo desse investimento, através de uma efetiva poupança de energia.

3. Se fizer obras em sua casa ou se vai adquirir uma casa que ainda está em obras, opte por uma construção com paredes duplas e isolamento término entre as duas.
Se puder escolher, como falamos atrás, janelas com batentes e vidros duplos.

4. Pode escolher o seu sistema de aquecimento central?
Então, aqueles que mais o servirão no sentido de poupar gás, serão as caldeiras de gás natural ou o ar condicionado central.
Pronto para começar a mudar hábitos e poupar na fatura do gás? 

25 Partilhas